O tal do Sucesso

É inegável que algumas coisas acontecem sem uma explicação racional. Existem momentos que você olha pra trás e pensa: “se aquela pessoa tivesse parado pra amarrar o cadarço talvez isso não estaria acontecendo”.

Eis uma pequena história:

Certa vez dois dirigentes de um clube de futebol português vieram ao Brasil em busca por novos jogadores para o seu time. Ao chegarem no Brasil, os dois pegaram um táxi para o hotel e repararam que o motorista vestia a camisa do Corinthians e de imediato perguntaram para o motorista se havia algum jogo na cidade naquele dia. Havia. O Corinthians jogava naquela noite contra um time do interior que fez uma baita partida e despertou o interesse dos dirigentes que decidiram olhar os próximos jogos daquela equipe e observar mais de perto os jogadores. Ao final de 2 semanas os dirigentes levavam para Portugal 4 jogadores daquele clube pequeno, mas que havia feito uma partida histórica contra o poderoso Corinthians naquela primeira noite.

Não é questão de acreditar (ou não) que existe um plano para o nosso futuro, mas sim de aceitar que em determinados momentos as coisas acontecem por uma combinação de fatores que em qualquer outra situação não funcionaria. Nesses casos, ao contrário da matemática, a ordem dos fatores altera o produto. O ponto fundamental nessa questão toda não é se as “situações do acaso” estão acontecendo, mas sim se você está preparado para elas.

A história teria sido completamente diferente se o motorista do táxi fosse, por exemplo, palmeirense. Ele não teria indicado o jogo do Corinthians e provavelmente aqueles 4 jogadores que foram chamados para jogar na equipe portuguesa não teriam sido nem observados.

A vida tem disso. Todos nós já passamos por momentos nos quais um mix de fatores nos colocaram em uma situação agradável e isso fez toda a diferença. No entanto, provavelmente tantas outras situações já passaram pela nossa frente e não estávamos preparados para aproveitá-las.

Aqueles 4 jogadores até tiveram a sorte de o motorista corintiano indicar o jogo deles naquela noite, mas se eles não estivessem “na ponta dos cascos” e tivessem feito um belo jogo eles não teriam chamado a atenção de ninguém. O cavalo passa encilhado poucas vezes e quando ele passar você precisa estar preparado.

Não interessa em qual empresa ou setor de mercado você trabalha. As oportunidades aparecem para todos, mas normalmente só quem está preparado tem a capacidade de percebê-las. Para quem deseja trilhar o caminho do sucesso “todo dia é dia”! O “campo” de quem busca o sucesso tem bem menos competidores, mas pra chegar lá tem que ter suor, tem que ter dedicação, tem que ter paixão para fazer cada dia melhor.

E aí?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s