Gargalos do Diamante Gaúcho – BR 386

Na semana passada eu iniciei uma discussão a respeito dos gargalos que o Estado do RS precisaria superar para que o Diamante Gaúcho pudesse realmente acontecer. O que me motivou a escrever sobre isso foi o incrível congestionamento que eu tive que enfrentar na última sexta-feira, quando voltava de Porto Alegre para Lajeado.

Pasmem: eu demorei 40 minutos para percorrer 5 km.

Embora a BR 386 seja duplicada a partir da saída de Canoas, existe uma pequena ponte que não foi duplicada e que obriga o trânsito a andar em fila simples, gerando, claro, PARALISIA TOTAL. Ou seja, realizaram uma obra de centenas de milhões de reais e esqueceram de colocar a cereja no bolo, criando transtornos e perdas para todo mundo que trafega pelo trajeto.

Enquanto eu dirigia eu ainda comentei com o meu irmão: “O pior de tudo é que se um grupo de empresas resolve se juntar para duplicar essa ponte provavelmente não será possível”. Nosso Governo não consegue promover as obras necessárias e nem mesmo busca criar mecanismos para que a sociedade possa se mobilizar. Resta-nos “apontar o dedo” e convencê-los de que a situação é ruim e precisa de ação imediata, para que talvez daqui a 10 anos as obras comecem…

——————————————————————

Esse foi apenas um pequeno exemplo do que eu pretendo com esses posts. Se você possuir alguma ideia de problemas que merecem destaque, por favor, entre em contao 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s