Mochilão Europa: Girona > Londres – 03/07


egali_intercambio

Vai de Egali que não tem erro

Passar uma noite inteira num aeroporto depois de quase 40 dias de mochilão não é uma das coisas mais interessantes a se fazer. Nada acontece, ainda mais num aeroporto minúsculo como é o de Girona, que é usado praticamente só pela Ryanair. Depois de enjoar de esperar finalmente o check-in abriu. Depois de 1 hora e meia eu estava a bordo do avião que me levaria à cidade de partida, fechando o tão sonhado Mochilão.

Londres! Um dos momentos de maior nervosismo foi quando tive que passar pela imigração novamente, tendo em vista que meu curso de inglês já havia acabado e eu ainda ficaria na cidade 20 dias, 3 dias a mais do que o meu visto permitia. O tiozinho tentou implicar comigo, mas felizmente deu tudo certo e quando vi já estava no ônibus que levaria à cidade. 40 dias depois de ter saído da Inglaterra lá estava eu novamente, na Victoria Coach Station, revalidando meu ticket de metrô e indo para a nova casa, que o Renan havia alugado.

Tudo passou muito rápido, mas cada momento foi excepcional! Sem dúvida nenhuma uma das melhores experiências que já tive na minha vida. Recomendo a todos que tentem fazer o mesmo. Talvez sem passar tanto trabalho que nem eu nem visitar tantas cidades, mas que um dia se jogue no mundo para ver quanta coisa interessante tem por aí. Vale a pena cada minuto!

Mochilão Europa: Lérida > Girona – 02/07


Após recuperar as energias em Lérida era hora de mais uma “semi maratona” para chegar até o aeroporto de Girona, de onde sairia o meu vôo para Londres. Tomei um trem no último minuto de Lérida até Barcelona, de onde precisei pegar outro trem até Girona. Foi tranquilo até, mas até descobrir qual era o trem correto que eu deveria pegar para chegar foi difícil.

Ao chegar em Girona pensei em dar uma volta pela cidade, mas decidi ir direto ao aeroporto. Cheguei lá por volta das 18 horas, mas meu vôo para Londres saía apenas no outro dia, às 6 e meia da manhã. O jeito foi achar um local para sentar/deitar e escutar quase todas as músicas do Ipod… 🙂